• Home
  • Blog
  • Marca
  • O que faz um post externo ter relevância e viralizar no Facebook?

O que faz um post externo ter relevância e viralizar no Facebook?

Das interações sociais que temos na internet, 5 são bem relevantes. São elas: curtir, compartilhar, comentar, clicar e citar.  É possível que você já tenha ouvido alguma vez de um amigo: “Me ajuda, compartilha lá!” Aí, você, tentando fazer aquela média, curte ou compartilha aquele post que ninguém na sua rede dará nem um “joinha”.

Só por esse exemplo, já podemos classificar essas duas ações como interações que mantém relacionamentos. São aquelas que, mesmo sabendo que não dará em nada, você faz só para deixar seu amigo ou pessoa próxima feliz.

O Facebook, entre outras ferramentas, tenta reproduzir bem o que acontece nas ruas. Quando algo vira assunto e você deseja falar e entender mais sobre aquilo, é porque existe um interesse verdadeiro ali. Daí o motivo pelo qual os comentários e cliques são tão mais relevantes.

Dados Facebook Sim São Gonçalo

Acima, uma publicação recente que mostra a superioridade dos cliques e a correlação dessa importância na viralização de um post. Um dado curioso é que, entre todos os outros, estes dados são aqueles que você nunca verá exibidos publicamente.

Como cheguei à essa conclusão?

Observação, tempo e análise são 3 palavras-chave fundamentais pra mim.

Há alguns anos eu administro uma página do Facebook chamada “SIM São Gonçalo“. Ela é voltada à cidade de mesmo nome, que fica na região metropolitana do Rio de Janeiro. Muito provavelmente, você me verá falando nela em outros momentos. Depois de 5 anos, o que não falta são exemplos baseados nessas experiências que venho tendo desde 2012.

Com quase 45 mil usuários, a capacidade elástica do alcance dos posts surpreende. Quando o post vai mal, chega a 1.200, mas quando o interesse é quente, pode ultrapassar a própria base de usuários.

Métricas e relevância da marca onde o conteúdo foi publicado

Diferente do primeiro exemplo, este dá uma dimensão mais distorcida sobre alcance e interações tendo por base o número de cliques. Neste caso, eles são muito superiores a todos os outros, inclusive sobre os comentários. Este índice impulsionou o alcance orgânico do post que leva ao site do jornal O Globo.

Resultados de um anúncio do Facebook

Nesse momento, chamo a atenção para mais dois fatores: relevância e credibilidade do domínio de origem do post entre o público-alvo. Mesmo com toda essa crise de reputação da mídia, o jornal O Globo ainda tem créditos sobre outros canais, gerando ainda mais cliques e, consequentemente, maior alcance orgânico.

Mesmo com estes exemplos da mídia, ainda é possível ver que muitas empresas ainda não entenderam que se a própria marca trabalhar para se tornar relevante, os próximos cliques irão para elas.

Será que minha marca é relevante para o segmento ou nicho dela?

Perceba que quando um post é publicado, o rodapé da publicação mantém o domínio do site que o origina. Ver uma marca familiar é como ver um rosto conhecido. E o “domínio.extensão” é uma continuação disso. Aliás, ele é o endereço do único lugar que podemos chamar de “casa” na internet: seu site.

Por isso, trabalhe para levar conteúdo que gere interesse genuíno ao seu público. Dê motivos para que elas citem seus conhecidos nos comentários, gerando vontade de clicar naquele assunto que só você pôde trazer à tona, de preferência no momento que algo próximo àquilo estiver bombando.

Sabendo conjugar estes fatores, você tende a chegar num ponto onde a relevância e a credibilidade crescerão, se retroalimentando ao logo do tempo. Assim como acontece na vida real.

 

 

1 Comment

Leave a comment